Atenção!A página impressa é diferente da página exibida na tela do computador.
Precisando do nosso logo? Baixe-o em um dos seguintes formatos:
Vetorial (.svg)|Rasterizado em alta resolução (.jpg)|Ícone (.ico)
Obs.: não utilize nossa marca sem autorização.
Feito!
Erro!

Esqueci minha senha
Ouça ao vivo
Logo Google play-50-28Baixar App p/ AndroidLogo apple itunes-50-30Baixar App p/ iOs

Gasolina não vai subir para bancar bônus de Libra, afirma Graça

Anterior ▲Próximo ▼
 
« Última» Primeira
ImprimirReportar erroTags:reprodução, mercado, quem, petróleo, geração, operacional, precisa e buscar352 palavras5 min. para ler
Gasolina não vai subir para bancar bônus de Libra, afirma Graça
Ver imagem ampliada
A presidente da Petrobrás, Graça Foster, disse nesta quarta-feira, 23, que o caixa da estatal está “muito bem“. Afirmou que será possível pagar os R$ 6 bilhões de bônus do campo de Libra sem aporte do Tesouro Nacional.

E garantiu: sem reajuste dos combustíveis.

Após encontro de mais de três horas com o ministro da Fazenda, Guido Mantega, ela disse o único assunto tratado foi “nada mais nada menos que Libra“.
“Temos alguns planos de desenvolvimento, uma série de atividades que queremos antecipar para que a gente possa produzir esse óleo da forma mais organizada possível, no menor espaço de tempo e no menor custo“, explicou.
Segundo Graça, o plano de negócios da empresa este ano seguirá como previsto, mas ainda será lançado o plano de negócios para 2014. No entanto, a presidente antecipou que os investimentos iniciais não são de grande volume. 
“Só digo pra vocês que nos primeiros 2 ou 3 primeiros anos, os investimentos de Libra não são expressivos e que a nossa produção começa a aumentar no quarto trimestre.
Quem produz mais petróleo, produz mais geração operacional e precisa buscar menos recurso no mercado“, disse. Segundo ela, para 2014, a Petrobrás tem atividades relacionadas ao plano exploratório mínimo e investimentos muito pequenos. “Aí no ano que vem, a gente elabora o próximo plano“, disse.
Graça Foster afirmou que o caixa da Petrobrás vai chegar ao fim do ano conforme o planejado no início de 2013. “Temos como pagar os R$ 6 bilhões“, repetiu. “Mas eu não posso falar do resultado do trimestre nem hoje e nem amanhã.
Vão ter que esperar até sexta (quando sai o resultado do terceiro trimestre)“, completou.
Ela garantiu que não discutiu com o ministro Mantega um possível reajuste nos preços dos combustíveis. “Não tratamos do assunto aumento de combustíveis. Tratamos dos investimentos de Libra, de como vai se dar as curvas de investimento de Libra. 
Saímos de um leilão e precisava conversar com o presidente do conselho (de administração)“, justificou.
Graça Foster afirmou que não tem data para um reajuste dos combustíveis. “A Petrobrás tem caixa para pagar R$ 6 bilhões de Libra sem o reajuste“, reafirmou.

Fonte: Estadão
Foto: Reprodução

Compartilhar página nas rede sociais:
CompartilharCompartilharTweetarCompartilharPin it

Texto curta nosso site.PNG

Patrocinadores

UnoChapecóUnimed Chapecó