Atenção!A página impressa é diferente da página exibida na tela do computador.
Precisando do nosso logo? Baixe-o em um dos seguintes formatos:
Vetorial (.svg)|Rasterizado em alta resolução (.jpg)|Ícone (.ico)
Obs.: não utilize nossa marca sem autorização.
Feito!
Erro!

Esqueci minha senha
Ouça ao vivo
Logo Google play-50-28Baixar App p/ AndroidLogo apple itunes-50-30Baixar App p/ iOs

Fãs tentam evitar a demolição do Chorão Skate Park, em Santos

Anterior ▲Próximo ▼
 
« Última» Primeira
ImprimirReportar erroTags:fundada, texto, apresentar, lei, haja, site, promovido e pede247 palavras3 min. para ler
Fãs tentam evitar a demolição do Chorão Skate Park, em Santos
Ver imagem ampliada
Fundada pelo cantor Chorão, morto em 6 de março do ano passado, o Chorão Skate Park, localizado na Rua Almeida de Moraes, em Santos, no litoral de São Paulo, está prestes a ser demolido. 
Para tentar reverter esse quadro, fãs do ex-vocalista da banda Charlie Brown Jr. estão promovendo um abaixo-assinado com o intuito de evitar que o local seja derrubado. A pista era alugada e mantida pelo cantor enquanto ele estava vivo, mas foi fechada em 28 de setembro de 2013.
Com a morte de Chorão, o espaço passou a ter problemas por falta de recursos financeiros, o que não permitiu que a pista permanecesse em funcionamento. 
A família do músico ainda tentou arrecadar dinheiro junto a patrocinadores, poder público e admiradores da banda, mas não conseguiu o suficiente para manter o local aberto.

A proposta dos fãs do Charlie Brown Jr. é apresentar um projeto de lei para que haja a desapropriação do Chorão Skate Park.

No site onde é promovido o abaixo-assinado, o texto que pede a adesão de admiradores da banda argumenta que “fundado na necessidade pública, utilidade pública ou interesse social”, o locatário receberia uma “justa e prévia indenização” pela desapropriação da área, o que tornaria legítima a ação. 
O local, que funcionou durante nove anos, é uma pista de skate indoor, que era frequentada por skatistas iniciantes, amadores e profissionais. Nela, diversas atividades sociais eram desenvolvidas, como um projeto para que crianças carentes aprendessem o esporte.
Fonte: G1
Foto: Lizie Rodrigues

Compartilhar página nas rede sociais:
CompartilharCompartilharTweetarCompartilharPin it

Texto curta nosso site.PNG

Patrocinadores

UnoChapecóUnimed Chapecó