Atenção!A página impressa é diferente da página exibida na tela do computador.
Precisando do nosso logo? Baixe-o em um dos seguintes formatos:
Vetorial (.svg)|Rasterizado em alta resolução (.jpg)|Ícone (.ico)
Obs.: não utilize nossa marca sem autorização.
Feito!
Erro!

Esqueci minha senha
Ouça ao vivo
Logo Google play-50-28Baixar App p/ AndroidLogo apple itunes-50-30Baixar App p/ iOs

Ex-baixista da Legião Urbana é encontrado morto em hotel

Anterior ▲Próximo ▼

Renato Rocha participou dos três primeiros álbuns da banda

 
« Última» Primeira
ImprimirReportar erroTags:twitter, discos, espetacular, matéria, país, problemas, grupo e primeiros181 palavras2 min. para ler
Ex-baixista da Legião Urbana é encontrado morto em hotel
Ver imagem ampliada
O baixista Renato da Silva Rocha, integrante da primeira formação da Legião Urbana, foi encontrado morto em um hotel no Guarujá, litoral de São Paulo, na manhã deste domingo (22), segundo informações da Globo News.

De acordo com a Polícia Militar, ele teria morrido de causas naturais e foi encontrado encostado na porta do quarto. O corpo foi encaminhado para o Instituto Médico Legal do Guarujá

Também conhecido como Negrete, Renato tinha 53 anos e deixou a banda em 1998. Ele participou da gravação dos três primeiros discos do grupo: Legião Urbana, Dois e Que País é Este?

Em 2012, Renato participou de uma matéria no Domingo Espetacular, da TV Record, e disse que era um morador de rua do Rio de Janeiro, o que gerou comentários nas redes sociais de fãs e ex-integrantes do Legião.

“Nós da banda sempre tentamos ajudar o Renato Rocha, mesmo que ele ainda era um músico ausente dentro da banda. Depois disso, ele se distanciou e se envolveu em problemas que iam além das nossas possibilidades de ajuda-lo”, escreveu na época o baterista Marcelo Bonfá no Twitter.

Compartilhar página nas rede sociais:
CompartilharCompartilharTweetarCompartilharPin it

Texto curta nosso site.PNG

Patrocinadores

UnoChapecóUnimed Chapecó