Atenção!A página impressa é diferente da página exibida na tela do computador.
Precisando do nosso logo? Baixe-o em um dos seguintes formatos:
Vetorial (.svg)|Rasterizado em alta resolução (.jpg)|Ícone (.ico)
Obs.: não utilize nossa marca sem autorização.
Feito!
Erro!

Esqueci minha senha
Ouça ao vivo
Logo Google play-50-28Baixar App p/ AndroidLogo apple itunes-50-30Baixar App p/ iOs

Dilma intensifica neste ano entrevistas a emissoras de rádio

Anterior ▲Próximo ▼
 
« Última» Primeira
ImprimirReportar erroTags:reprodução, maior, ouviram, cujas, gerais, minas, contemplado e presidenta231 palavras4 min. para ler
Dilma intensifica neste ano entrevistas a emissoras de rádio
Ver imagem ampliada
A presidenta Dilma Rousseff intensificou neste ano as entrevistas a emissoras de rádio, segundo dados do site oficial da Presidência da República confirmados pela assessoria do Palácio do Planalto.

Em 2011, Dilma concedeu entrevistas a emissoras de dez estados (uma das entrevistas foi dada simultaneamente a duas rádios de estados diferentes – Bahia e Pernambuco).

Em 2012, ela falou uma única vez no rádio, a uma emissora de Caxias do Sul (RS).

Em 2013, são 21 entrevistas a emissoras de dez estados.

O estado mais contemplado neste ano foi Minas Gerais, cujas rádios já ouviram Dilma seis vezes neste ano.

Em segundo lugar, aparecem emissoras de São Paulo, Paraná e Rio Grande do Sul (três vezes cada).

Segundo a Secretaria de Imprensa da Presidência da República (SIP), as rádios são escolhidas, “sempre que possível”, de acordo com critérios de audiência e abrangência.

“Normalmente são convidadas duas rádios da região visitada para a realização da entrevista – uma da cidade do evento (selecionada preferencialmente pelo critério da audiência) e uma do Estado (com a maior abrangência).

Sempre que possível, são escolhidas uma rádio AM e uma FM”, explicou a SIP, por meio de nota.

Para poder participar, a emissora precisa enviar com antecedência as perguntas a serem formuladas para a presidente.

De acordo com a Secretaria de Imprensa, a exigência justifica-se pela necessidade de a presidente se preparar para a resposta.



Fonte: g1.globo.com
Imagem: Reprodução

Compartilhar página nas rede sociais:
CompartilharCompartilharTweetarCompartilharPin it

Texto curta nosso site.PNG

Patrocinadores

UnoChapecóUnimed Chapecó