Atenção!A página impressa é diferente da página exibida na tela do computador.
Precisando do nosso logo? Baixe-o em um dos seguintes formatos:
Vetorial (.svg)|Rasterizado em alta resolução (.jpg)|Ícone (.ico)
Obs.: não utilize nossa marca sem autorização.
Feito!
Erro!

Esqueci minha senha
Ouça ao vivo
Logo Google play-50-28Baixar App p/ AndroidLogo apple itunes-50-30Baixar App p/ iOs

“Fica um gosto amargo porque queríamos mais pontos em casa”, avalia Dal Pozzo

Anterior ▲Próximo ▼
 
« Última» Primeira
ImprimirReportar erroTags:reprodução, cartões, adversário, claras, situações, tivemos, amarelo e lesão149 palavras2 min. para ler
“Fica um gosto amargo porque queríamos mais pontos em casa”, avalia Dal Pozzo
Ver imagem ampliada
O técnico da Chapecoense, Gilmar Dal Pozzo, avaliou como excesso de preciosismo por parte dos jogadores na hora de marcar o gol como a grande falha do Verdão.

Para ele, o time ficou devendo porque conquistou três pontos em casa, mas esperava mais. “A ansiedade também comprometeu as finalizações. A solução é pensar jogo a jogo”, ponderou.


Dal Pozzo afirma que o Verdão foi melhor em campo, mas não traduziu isso em gol. Ele também ponderou as dificuldades em escalar o time por causa dos desfalques por lesão e por cartões amarelo.  “Mesmo assim, tivemos cinco situações claras de gol. O adversário, apenas um”.

Para ele, a Chapecoense não pode continuar adiando a soma de pontos.

Na noite desta terça-feira (22), os jogadores do Verdão descansam e já se concentram a partir da 1h desta quarta-feira (23).

Eles viajam na manhã desta quarta.


Fonte: Rodrigo Goulart / RedeComSC
Foto: Reprodução

Compartilhar página nas rede sociais:
CompartilharCompartilharTweetarCompartilharPin it

Texto curta nosso site.PNG

Patrocinadores

UnoChapecóUnimed Chapecó